segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Quadricóptero "gaiola de esquilo"

Uma equipe do Laboratório de Robótica do Illinois Institute of Technology (IIT) desenvolveu um robô terrestre capaz de voar! Na verdade, trata-se de um quadricóptero montado dentro de uma espécie de gaiola capaz de girar, permitindo que o robô se locomova como se fosse um robô a rodas.

OK. Mas qual é a vantagem disso?

A principal vantagem dos robôs aéreos é sua capacidade de... bem... voar! Os veículos como quadricópteros têm uma versatilidade grande, permitindo que decolem e pousem verticalmente e que permaneçam parados no espaço, o que é muito útil em tarefas de coletas de coleta de dados, busca e vigilância, por exemplo. Voar facilita muito o deslocamento e desvio de obstáculos, além de reduzir o tempo necessário para se percorrer determinado caminho.

No entanto, quadricópteros demandam muita energia, pois seu peso deve ser constantemente sustentado pelas hélices. Aí é que está a grande vantagem da "gaiola de esquilo" desenvolvida pelo IIT: quando possível, o veículo se desloca apoiando seu peso no chão, o que exige muito menos energia, aumentando muito sua eficiência energética e o tempo de duração de suas baterias. Isso permite a execução de missões mais longas pois o período entre carga de baterias é muito mais longo.

O vídeo abaixo mostra o veículo em funcionamento.


Em tempo: o Laboratório de Robótica do Illinois Institute of Technology tem outros robôs bem interessantes! Vale à pena dar uma conferida.

Até a próxima!

Referência:
http://robots.iit.edu/index.php?n=Main.Research