sábado, 9 de julho de 2011

Equipe Capixaba fica em 7º lugar na RoboCup Jr!

Equipe Emerotecos
A equipe capixaba Emerotecos, formada por Ivan Seidel, Matheus Canejo e Yan Marim, obteve a sétima colocação no desafio Rescue B da RoboCup Junior! Nesta categoria competiram 19 equipes de Eslovênia, Eslovaquia, Portugal, Japão, Irã, Alemanha, Suécia, Suíça, Áustria, Taiwan, USA, China, Itália, México, China e Brasil. A equipe Emerotecos era a única equipe brasileira.

Os membros da equipe Emerotecos são alunos do Instituto Federal do Espírito Santo, sendo orientados pelo professor Hudson Cássio Gomes Oliveira e por mim.

Conforme já divulgado aqui no Nossos Robôs, esta mesma equipe vai representar o ES na Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) em 2011 e obteve o terceiro lugar na mesma competição nacional em 2010 (veja aqui e aqui).

A categoria da qual participaram na RoboCup se chama Rescue B, e consiste em projetar, construir e programar um robô para que, de forma totalmente autônoma, percorra um labirinto e encontre "vítimas", identificadas por serem pontos levemente mais quentes que o restante do ambiente. A motivação é simular uma tarefa de resgate de vítimas em um ambiente de desastre, além de servir como uma preparação para a categoria Rescue da RoboCup (major level).

As fotos abaixo mostram uma das arenas da categoria Rescue B onde foram realizadas as provas.


 
 


Como não é permitido nenhum tipo de controle remoto, para que o robô realize a prova de forma autônoma, ele deve ser dotado de sensores, motores e um controlador programável. O robô construído pela equipe Emerotecos é mostrado na figura abaixo. 

Robô projetado, construído e programado pela equipe Emerotecos
O robô foi construído utilizando peças do kit Lego Mindstorms NXT (já comentado aqui no Blog), placas com Arduino Nano, além de sensores ultrassônicos, infravermelhos de distância e de temperatura. Todos os circuitos eletrônicos, programas e a estrutura física do robô foram concebidos e realizados pela própria equipe!

Acrescento que o robô trazido pela equipe enfrentou dificuldades para realizar a prova no dia de treinamento (um dia antes do início do campeonato). Numa manobra ousada, a equipe decidiu desmontar o robô que foi trazido e montar um novo robô, utilizando os mesmos sensores, mas com uma estrutura física totalmente nova! Isso permitiu que o robô fosse capaz de subir a rampa e percorrer todo o labirinto. Pouco a pouco a equipe foi conseguindo melhorar o desempenho do robô através de ajustes após cada rodada da competição. O resultado disso é que eles ficaram em 13º lugar no primeiro dia da competição, em 10º no segundo dia e em 7º no terceiro. Uma evolução expressiva!

No Blog TechLego, mantido pelo Ivan, há uma descrição mais detalhada do robô que a equipe usou no campeonato regional da OBR (veja aqui).

Ivan, Yan, Professora Carmen Faria (UFES), eu, Matheus e Joanesburgo.

Em nome da equipe Emerotecos, gostaria de agradecer a todos que nos patrocinaram e apoiaram, possibilitando nossa participação neste mundial. Agradeço aos nossos patrocinadores Granel Química e MTS Engenharia, e às empresas que doaram peças e serviços como a Proesi Componentes Eletrônicos, a InTechno Desenvolvimento e Capacitação e a Automatica Tecnologia. Agradeço, também, pelo apoio oferecido pela professora Carmen Faria e sua equipe do Laboratório de Robótica Educacional da UFES. Agradeço também IFES pelo apoio oferecido através de seus professores e de sua fundação de amparo à pesquisa (FACTO), à Coordenadoria de Automação do Campus Serra, à Diretoria Geral do Campus Serra, à Diretoria Geral do Campus Vitória e à Pró-Reitoria de Extensão do Instituto.

Por fim, quero mencionar que o apoio dos pais dos alunos foi essencial no desenvolvimento e na manutenção desta equipe vencedora. A eles e aos alunos, deixo meus parabéns!

Até a próxima (com mais sobre a RoboCup)!